2 de jan de 2012

PROSTITUIÇÃO DE MENORES EM TIMONHA É PREOCUPANTE

Timonha compartilha, em grau preocupante, com uma situação vergonhosa a nível nacional. A prostituição de menores, além do uso de bebidas etílicas e tabacos, lícitos e/ou ilícitos, são frequente em nosso distrito. A foto, tirada sem flash, são de duas menores de idade em uma garupa de uma moto pilotada por um maior de idade. Foi na noite do dia 30, sexta-feira, no centro. O destino? Claro, norte à prática sexual. Um detalhe mais preocupante ainda é que essas jovens não estudam. Situação de muitas outras em Timonha.
O que fazer? Que políticas públicas específicas a nível regional devem ser implantadas para combater mais ferrenhamente essa situação? As Leis estão aí: Artigo 227 da Constituição Federal; Artigo 244-A do ECA - AQUI e AQUI, respectivamente.
O Conselho Tutelar de Granja tem feito sua parte, porém se torna tímida esta atuação quando não se tem planos específicos, estratégias constantes direcionadas para tais ilegalidades. 
No segundo semestre deste ano que se passou (2011) o Conselho teve algumas vezes em Timonha, pois segundo o órgão Timonha tem o maior número de ocorrências no que diz respeito à  violação dos direitos da Criança e do Adolescente. Porém com resultado que não significa algo esperado. 
A ideia do TN, já que Timonha tem mais casos e que geograficamente fica central a outros 4 distritos, seria implantar uma sub-sede do Conselho neste distrito. E que funcione diariamente: os 7 dias da semana e com 1 automóvel disponível. Atendendo e transferindo, se fôr o caso, problemas para a sede, que deve, logicamente, ter mais estrura de solução. Além de está atendendo diligências nestes 4 outros distritos.
Querendo somente a solução, fica a reflexão e a vontade de uma manifestação por parte daqueles que também anseiam por providências verdadeiras. Denúncias sobre casos de violação dos direitos da Criança e do  Adolescente, ligue (88) 3624-1332. (TN)

2 comentários:

Dadá Aragão disse...

E o pior q isso ñ ocorre só em Timonha,eu como moradora d Adrianopolis,falo e adimito,q aqui tbm ocorre prostituição de menores,uma coisa q envergonha ñ so os pais das menores como os proprios moradores d Adrianopolis!!!

granjaceara Lira Dutra disse...

Sua preocupação tem fundamento. É importante que a comunidade passa a se preocupar e a agir possitivamente contra a prostituição de menores.

Através do blog vc já está agindo, agora falta outros setores da sociedade se manifestarem antes que o problema tome proporções maiores.