15 de out de 2010

QUEM TE VIU, QUEM TE VER

Artigo publicado originalmente no jornal O Estado
Perplexos diante do fato de que os eleitores têm vontade própria, estrategistas políticos da candidatura governista ao Palácio do Planalto, analistas “isentos”, institutos de pesquisa e militantes em geral procuram as causas que impediram a eleição de Dilma Rousseff no 1º turno, frustrando a apoteótica consagração de Lula como gênio político capaz de eleger até mesmo uma novata sem carisma.
Desde então essa turma se esforça para encontrar indícios de golpismo, marmelada, roubo ou qualquer coisa que possa servir de desculpa para fugir da evidência de que o eleitor deu um retumbante não ao programa autoritário que o petismo intenciona introduzir no País, a começar pela liberação do aborto em qualquer circunstância, e continuando com o controle da imprensa, conforme estipulado no PNDH3. Continue lendo AQUI.

Nenhum comentário: