9 de out de 2010

CONDENADO GANHA NOBEL DA PAZ

O ativista chinês pró-democracia Liu Xiaobo, de 54 anos, sobrevivente do massacre da praça da Paz Celestial em 1989 e condenado recentemente a 11 anos de prisão, foi escolhido ontem para o Prêmio Nobel da Paz deste ano. O governo chinês criticou duramente a escolha, censurou a notícia no País e ameaçou a Noruega com retaliações. Logo após o anúncio do prêmio, o embaixador da Noruega em Pequim foi convocado pela Chancelaria chinesa para dar explicações. Liu Xiaobo (pronuncia-se “Xiaobô”) ganhou o prêmio por “sua luta longa e não violenta em favor dos direitos humanos fundamentais na China”, afirmou em Oslo o Comitê Nobel norueguês, formado pelo Parlamento desse País.
Professor de Literatura, Liu foi preso em dezembro de 2008, dias antes da divulgação da Carta 08, assinada por 303 ativistas que defendiam reformas democráticas, incluindo o fim do monopólio político do Partido Comunista.
(O Povoonline)

Nenhum comentário: