1 de abr de 2011

PROFESSORES TEMPORÁRIOS DO ESTADO JÁ NÃO AGUENTAM MAIS COMER OVO COZIDO

O Camocim Online publicou ontem (31/03) AQUI uma matéria de apelo ao Governo do Estado para que o pagamento de professores temporários da rede estadual possa ser efetivado, uma vez que já está entrando pelo terceiro mês sem receber. A matéria foi baseada no manifesto de um professor da Granja, onde este afirmou ter professor passando por necessidades de subsistência em sua cidade. O "aperrei" se espalhou ainda mais, principalmente, porque o apelante declarou que há rumores de que a "bufunfa" só virá aos verdadeiros bolsos no mês de junho. Assim sendo, haja arenga e ovo cozido na Semana Santa! Com direito a sal e uma colher de óleo vindo da vizinha. E o "seu Zé da Budega", que não pára de mandar cobrança escrita em papel de embrulho. Sim, naqueles mesmo de fazer "pau ronca"! E tudo isso se refletindo em sala de aula.

Nenhum comentário: