22 de fev de 2011

AÇUDES ITAÚNA E GANGORRA AINDA NÃO ATINGIRAM 80% DE SUAS CAPACIDADES

Imagem: Gangorra/wikimapia
Os açudes Quandú, localizado no Município de Itapipoca, na Bacia do Litoral e o Acaraú Mirim, em Massapê, na Bacia do Acaraú, foram os mais recentes a serem sangrados. Nos dias 19 e 21 últimos, respectivamente. Os açudes que já haviam sangrado são os de Tijuquinha (Baturité) - Bacias Metropolitanas, Prazeres (Barro) e Rosário (Lavras da Mangabeira), ambos na Bacia do Salgado,  Pau Preto (Potengi) - Bacia do Alto Jaguaribe. Portanto, seis, dos 134 monitorados pela Cogerh em parceria com o DNOCS, já sangraram. Os açudes Itaúna e Gangorra, com capacidade de 77 milhões e 62 milhões de metros cúbicos de água, respectivamente, ainda não atingiram 80% de suas capacidades. 
Imagem: Itaúna/wikimapia
Os que estão acima de 80% e 90% são os de Santo Antônio de Russas (Russas), com 89,38% - Bacia Baixo Jaguaribe; Gavião (Pacatuba), com 88,16% - Bacias Metropolitanas; Valério (Altaneira), com 87,77% - Bacia Alto Jaguaribe; Jaburu I (Ubajara), com 84,75% - Bacia Parnaíba; Cupim (Independência), com 82,97% - Bacia Parnaíba; Cachoeira (Aurora), com 82,83% - Bacia Salgado; São Pedro Timbaúba (Miraíma), com Bacia Litoral - 94,73%; Quixeramobim (Quixeramobim), com 94,31% - Bacia Banabuiú e o Gomes (Mauriti) - Bacia Salgado, com 90,11%. (Com informações da Acessoria de Imprensa da Cogerh)

Nenhum comentário: