6 de out de 2010

ESTRADAS FEDERAIS E SEUS QUASE 2.000 PONTOS "SUJOS"

Um levantamento divulgado hoje (06) pela Polícia Rodoviária Federal aponta 1.820 pontos de risco de exploração sexual de crianças e adolescentes no país. Do total, 67,5% deles estão em áreas urbanas. A Polícia Rodoviária informou que, nestes locais, o volume de veículos em circulação e a facilidade de interação prejudica o trabalho de enfrentamento. O mapeamento também mostrou que a exploração sexual de crianças e adolescentes está quase sempre associada a outras práticas criminosas, como furto e venda e consumo de drogas. Os dados fazem parte da quarta edição do Mapeamento de Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Federais 2009/2010, uma parceria da Polícia Rodoviária Federal com a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência, a Organização Internacional do Trabalho, e a Childhood Brasil. Apesar de apontar o número de áreas de risco, os locais não foram divulgados - como ocorreu em anos anteriores - para, segundo a Polícia Rodoviária, não ocorrer "a migração dos criminosos e preservar futuras ações repressivas".

Nenhum comentário: