21 de out de 2010

AO MARCELO SILVA PELO "DIA DO POETA"

Apesar de ter sido ontem (20) o Dia do Poeta, não posso deixar de fazer referência a este artista das palavras. E uma das razões deste lembrete de data especial é por ter na lista de contatos uma pessoa que descreve tão bem o esquecimento do mundo aqui fora e vive intensamente essa oportunidade surreal e que não se prende à representação da realidade tangível. Já indiquei uma vez, porém o faço novamente. "Tantos soluços na noite fria/gemidos mudos que nunca ouvi/tortura triste á alma sombria/aflitiva e opaca a mim,/a lua sem ti é sem explendor..." Continue lendo AQUI.

2 comentários:

Marcelo Silva disse...

Primeiramente Obrigado.Valeu mesmo! é sempre gratificante ver no TN algo sobre meus textos, assim sei que eles serão lidos, uma vez que o TN é bastante visitado, sendo isto fruto de um trabalho bem feito... parabens a vc tatá pela dedicação ao TN. Percebo que encara teu blog como parte de ti.
Em segundo lugar Quem dera ser um poeta... me conformo em ser apenas um pescador de ilusões com poucas iscas...
valeu!!!!

Fátima disse...

parabéns, marcelo é mais que merecedor...
ele tem poesia que encanta e ensina.