15 de set de 2010

VETERINÁRIOS DA SESA PESQUISAM ORIGEM DO VÍRUS DA RAIVA EM CHAVAL

A Secretaria da Saúde do Estado encaminhou para o laboratório da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) amostra de material coletado em Chaval para identificação da origem do vírus da raiva circulante na região. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), dois médicos veterinários tiveram uma semana de trabalho de campo no município, quando passaram três noites na mata da área rural da localidade de Carneiro e coletaram o material da medula óssea de um guaxinim para a investigação laboratorial. O resultado deve sair hoje (15). No último dia 1º de setembro, um homem de 26 anos, residente na localidade, foi internado no Hospital São José com febre, agitação psicomotora, excesso de saliva, aerofobia, principais sintomas da doença. Um dos exames feitos para atestar a doença confirmou o diagnóstico de raiva. A vítima foi mordida em maio deste ano por uma cadela que desde 2006 não era vacinada contra a raiva. Ainda de acordo com a Sesa, na localidade de Carneiro, esta semana, foram vacinados 217 cães e gatos contra a raiva. A suspeita da origem silvestre do vírus, transmitido por guaxinim, é em função do relato de que a cadela que transmitiu a doença apresentava um ferimento, provavelmente provocado por animal na mata. Em Carneiro, os técnicos da Sesa não encontraram saguis (soins) ou raposas, que também podem transmitir a doença. A próxima campanha de imunização de cães e gatos acontece em 13 de novembro. A meta da Sesa é vacinar 1,7 milhão de cães e gatos.

(O POVO Online)

Nenhum comentário: