28 de set de 2010

PARTIDOS QUE ELEGEREM MAIS MULHERES PODERÃO RECEBER MAIS RECURSOS

O pleito de outubro deve mostrar que os estímulos instituídos pela minirreforma eleitoral de 2009 para ampliar a participação feminina na política e sua representação no Congresso, com a utilização de recursos do Fundo Partidário, ainda estão longe de produzir os efeitos desejados. Estudos e pesquisas indicam que haverá aumento da bancada feminina, principalmente na Câmara, mas a presença das mulheres no Legislativo ainda será muito aquém dos 30% exigidos pela minirreforma eleitoral para candidaturas do mesmo sexo. Esse resultado vai ser o argumento mais forte que a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) pretende apresentar para alavancar o seu projeto (PLS 241/09), que acabou travado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para evitar atropelos na tramitação da minirreforma eleitoral (Lei 12.034/09). "Os partidos políticos resistem à proposta. Mas o momento vai ser oportuno para discuti-la", avalia a senadora, em entrevista ao Jornal do Senado. Ela informa que pretende se reunir com o relator Marco Maciel (DEM-PE), após o segundo turno. Continue lendo AQUI.

Nenhum comentário: