24 de set de 2010

CARAVANA VERDES MARES EM GRANJA

A equipe da TV Verdes Mares seguindo viagem pela região norte do Ceará,  esteve ontem (23) na cidade de Granja. Lá, os jovens aprendem artes e a preservar as tradições populares e participam de várias atividades realizadas no ponto da cultura, uma organização não governamental.
 
Granja tem 56 mil habitantes. A economia é voltada para o comércio e agricultura, com destaque para a produção de castanha de caju, farinha de mandioca e cera de carnaúba, planta típica da região. Conhecida por sua resistência, gera emprego e renda no município. Em Granja, durante a safra, o trabalho no carnaubal emprega mais de 3 mil trabalhadores. Uma característica curiosa da carnaúba é que quando chove menos o rendimento financeiro é melhor para o produtor. Da carnaúba o produtor tira 2 tipos de pó para fazer a cera: o preto que vem da palha aberta; e o branco tirado do olho da palha que ainda não abriu. O branco tem maior valor econômico. Graças a essas características, o trabalho no carnaubal emprega mesmo é no período da seca.

Trabalho com a palha da carnaúba
O agricultor José Carlos trabalha derrubando palha há mais de vinte anos. Por dia, ele derruba cerca de 4 mil palhas. Depois que a palha é derrubada, vem o trabalho do seu Raimundo Sipliano da Silva, que corta e enrola a palha para secar. A palha da carnaúba passa em média 5 dias secando. Depois, o pó é retirado e transformado em cera. No processo final, 15 quilos da cera preta custam      R$ 7; o da branca chega a custar  R$150. O destino final da cera produzida em Granja são as grandes empresas de cosméticos do país. Confira mais sobre esse projeto na reportagem de Clarissa Capistrano e Janilson Alves.
 
(Verdes Mares)

3 comentários:

Jorge Muniz disse...

Só reiterando, o Agricultor José Carlos, é conhecido como "José Capitó", amigo de longas datas e companheiro de muitas caminhadas às margens do salgado e nos serrotes da região. Parabéns, por ser um homem trabalhador e honesto, e um exemplo de pai de família, acho difícil que veja o comentário, mas um dia apareço por ai pra tomar um café e por a conversa em dia, e checarmos as ciriguelas para ver se os jacus estão frequentando.
Queria também agradecer ao Tatá, por ressaltar essas pessoas, que muitas vezes passam anonimas aos olhares desinteressados no nosso poder público.

Roberto Maciel disse...

Meu amigo, eu sempre vejo o seu blog mas desta vez vc "pecou" em postar uma foto de Granja que não é GRANJA. Busque em seus arquivos e poste uma foto que seja de nossa cidade mesmo. abraços

Timonha Notícias disse...

Ih, é mesmo?????? Foi a pressa, mas a pesquisa "parece" ter sido tão precisa!!! Mas vlw irmão. Obg mesmo! É de leitores como vc que precisamos.