7 de abr de 2010

LÍDER REBATE PESQUISA QUE APONTA PROFESSOR DO CEARÁ COM 5° PIOR SALÁRIO

O deputado Nelson Martins (PT) rebateu, na sessão plenária desta quarta-feira (07/04) da Assembleia Legislativa, o levantamento denominado Análise Comparativa Salarial dos Professores da Rede Estadual no Brasil. O estudo classifica a remuneração do professor da rede estadual de ensino do Ceará como a quinta pior do País. Realizado pelo Sindicato Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais do Ceará (Apeoc), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e Central Única dos Trabalhadores (CUT), o comparativo leva em conta o salário inicial pago aos professores com jornada de 40 horas semanais. Entretanto, o líder do Governo ponderou que apenas 2,9 mil professores, num universo de 46 mil profissionais, recebem somente o piso. Ele entende que um estudo mais “consistente” levaria em conta a média de ganho de todos os professores. Nelson Martins ressaltou que a média salarial dos professores da rede pública é de R$ 2.470,00. Esse valor, conforme ele, é superior a média salarial de estados ricos como São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Não quero dizer que o professor ganhe um grande salário. O professor é uma categoria de importância tão grande que tem que ganhar o melhor possível” disse. No entanto, o líder lembrou que a categoria dos professores, durante o governo Cid Gomes, já teve um ganho de 40% na remuneração.

Fonte: AL
Por Tatá 

Nenhum comentário: